Saga de Varg Vikernes pt.1

Publicado: 07/01/2012 por Christhian Beschizza em black metal
Tags:, ,

ae

Estarei hoje introduzindo aos leitores o patrono do blog TOCADOMAGGOT: Varg Vikernes.

O texto tem como objetivo expor a trajetória de vida de um homem que se transformou uma das entidades mais poderosas de nosso tempo.

Esse tema polêmico mostrou promessa pelos olhos da entidades Odin, que recomendou a divisão do relato em duas (02) partes.

SOBRE VARG VIKERNES

Não podemos simplesmente pular direto para suas conquistas. Antes de tudo é crucial informar o leitor a respeito de quem é Varg Vikernes e sua jornada até ser encarcerado.

Varg nasceu em 11/02/1973 em Bergen, Noruega. Ainda pequeno, se mudou com a família para servir Saddam Hussein em Bagdá, Iraque. Em conflito com a cultura regional, Varg criou uma percepção da superioridade que tinha em relação aos nativos, o que culminou finalmente em desafiar o poder dos professores. Apesar de se amotinar, a influência de entidades tenebrosas evitou que fosse punido.

Varg vivia perigosamente, e acabou por se juntar ao movimento “skinhead” quando de volta a Noruega, onde encontrou outros nacionalistas radicais. Dominado pelo desejo de libertação, se interessou por armas e cultivou ódio pelas potências imperialistas (EUA/UK). Na época já havia se iniciado nos estudos do instrumento guitarra elétrica.

Em 1991, se inciam suas criações com a banda Burzum. Burzum é tida como a banda de Black Metal mais aclamada da história. A banda era composta únicamente por Varg, usando instrumentos emprestados de outros músicos (Hellhammer) e bandas (Immortal, Old Funeral) da área.

O Black Metal de Burzum logo se tornou  inspiração posterior para a propagação do estilo ao redor do mundo, criando uma vertente única: o subgênero Ambient Black Metal, que se difere musicalmente pela preocupação em criação de um objeto sonoro, ao contrário da preocupação na construção de canções do Black Metal tradicional. Como estudioso na área, posso afirmar que a criação de Varg está muito a frente de seu tempo e é de refinadíssimo gosto musical, criando uma obra atemporal destinada aos ouvidos mais exigentes, ao contrario das criações tendenciais e vazias de outros pioneiros do Black Metal.

Posterior as primeiras experiências com Burzum, Varg integra a banda Mayhem em 1992.

Nesse período conturbado de sua vida, defendeu o semblante pagão e causou revolta nos corações cristianitas promovendo a destruição de várias igrejas. Mais tarde. foi condenado pelo incêndio de  três (03) igrejas e inspirou outros atos satânicos ao redor do país. Varg penetrou profundamente e mergulhou cada vez mais fundo no poço obscuro do paganismo, e suas ideologias foram transmitidas tanto por sua música quanto pelas suas publicações literárias.

Suas relações com o fundador da banda Mayhem estavam nesse ponto turbulentas. Tanto Vikernes quanto Euronymous eram influentes no cenário obscuro norueguês, o que causou um conflito de egos. Øystein Aarseth planejava o assassinato de Varg, que logo ficou sabendo e o confrontou. Pelas forças conjuntas dos exús Thor e Freyr, Varg saiu vitorioso no conflito, embora tenha sido preso após alguns meses, julgado e condenado a 21 anos de cadeia.

eo vo finaliza pq o bagulho ja ta doidao…

FIM DA PARTE 1 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s