Olá! Finalmente decidi criar a categoria ‘PERSONALIDADES’ aqui na TOCADOMAGGOT. Alguns textos (bastante criativos) já foram escritos sobre esse tema, originada com Bob Malei. Como esse é o terceiro do tipo, achei pertinente a oficialização dessa categoria como gênero corrente do blog. Como diz o título, a personalidade de hoje será o intrigante Adolf Hitler!

O principal é que o leitor conheça a origem de Adolf Hitler para que possa entender o seu legado de poder.  Também é importante que abrace a superstição por um instante para que possa ligar os pontos. Muito além do simples satanismo, apresento-lhes uma nova realidade: uma sociedade organizada e inteligente vivendo no subsolo do planeta Terra.

Esses são os homens-toupeira, os engenheiros de Leviathan. Criaturas diabólicas com capacidades metamorfas, capazes de assumir a fisionomia humana através de um processo chamado “colobomorphosys”, que transforma a criatura peluda e touperística (embora humanóide) em homo-sapiens. Altamente inteligentes, empregam sua perspicácia nos trabalhos de Prometeu e Astaroth, competentes em seu ofício de transformar lentamente o planeta em uma representação do próprio purgatório em que vivem. Em sua forma natural, podemos identificar no toupeira:

  • Longas garras ao invés de dedos, tanto nas mãos quanto nos pés. Apesar de afiadas, também são muito hábilidosas no manuseio de ferramentas;
  • Costas curvadas e braços fortes e longos, justificados pelo grande esforço físico que os demônios se submetem em suas empreitadas vis;
  • Corpo inteiramente coberto em pelos (inclusive a face, que possui uma coloração mais clara). A coloração pode variar de preto profundo, passando pelo marrom-terra e vermelho vibrante, e atingindo o branco absoluto;
  • Seus hábitos alimentares são muito peculiares. São os únicos seres vivos que comem rochas. Pedras comuns são deliciadas por toupeiras operários, embora preciosidades, como rubis e esmeraldas, estejam presentes nos banquetes das poderosas entidades que os lideram;
  • baixa estatura, em torno de 1,10m. Essa é uma característica interessante. Na colobomorphosys, é necessária uma grande ingestão de proteínas para que o aumento de estatura ocorra. Isso é alcançado, geralmente, com a ingestão pelo toupeira do próprio cabelo, que o nutre o suficiente para enfrentar a transformação;
  • Sua cabeça é praticamente avulsa. O capetinha é capaz de girar sua pequena cabeça a bel prazer. Estranho, não sei como justificar essa atrocidade demoníaca senão com poderes atribuídos a eles pelo próprio Lúcifer.
  • Pele pálida por baixo dos pelos, praticamente albina. Sofre bastante com o contato da luz solar, e por isso evitam a exposição de seu corpo enquanto em forma humana com vestimenta longa e pesada, luvas e botas de couro, e, por último mas não menos importante, cortes de cabelo (e barba) descolados e inovadores. É comum o uso de maquiagem para desfaçar a palidez na face;
  • Problemas de vista! Forçado a viver longe do alcance de luz solar, seus olhos são praticamente inúteis e seu olhar é vago e distante. Apesar dessa deficiência, o toupeira tem facilidade de identificar certas cores, coisa que justifica o olhar penetrante de Hitler.

Isso mesmo. Adolf Hitler é um homem toupeira. É, porque seu suicídio é uma farsa (e também pelo toupeira não morrer por causas naturais). Esse homem toupeira em particular não foi apenas Adolf Hitler. Também foi Napoleão Bonaparte, e, notavelmente, Judas Iscariotes. Chocante, não é mesmo?

Ótimo. Agora podemos expor sua trajetória de homem toupeira para uma das pessoas mais poderosas da história. Tudo começou com a revolução industrial. Com o desenvolvimento de certas tecnologias, uma grande preocupação tomou conta dos toupeiras. O homem demonstrava um potencial científico eminente, e o prospecto de progresso assombrava os habitantes do subsolo. Foi aí que agiram.

Uma cúpula de lideres se reuniu no palácio de Pazuzu, e entidades bastante poderosas (Azazel e Caim, o filho de Eva com um homem toupeira fingindo ser Adão) estavam presentes. Esse encontro decidiu que mais uma intervenção deveria ser realizada. Os toupeira mais hábeis nos estudos da cultura humana e suas sociedades foram convocados para planejar um contratempo na evolução científica da humanidade. Alguns meses se passaram, e, no verão de 1899, surge Adolf Hitler, e ao mesmo tempo na Itália, Benito Mussolini. O propósito desses agentes era liderar uma revolução na Europa que abalasse o mundo inteiro. Muitas ferramentas tinham eles a seu dispor, como incontáveis ajudantes toupeira que assumiriam postos importantes no futuro político e carisma incomparável (fruto do estudo extensivo dos tomos a respeito da socialização humana de Baal).

O plano de Hitler era bem simples. Escalar politicamente, converter inimigos e fortalecer seus aliados. E assim ele fez. Após o primeiro contato com a guerra moderna em 1914, ele começou seu plantio de discórdia no próprio exército alemão. Alguns anos depois, foi preso durante uma tentativa de golpe no governo da Baviera. Esse contratempo em seu plano foi logo remediado, pois foi onde teve a oportunidade de escrever o livro Mein Kampf. Após sair do cárcere, contactou um dos toupeiras que trabalhava independentemente para o plano geral. Esse era Heinrich Himmler era responsável pela SS, a unidade militar de elite do partido nazista.

Restaurando o partido, Hitler fez campanha condenando o regime Weimar e levantando o ódio enterrado a respeito da derrota na primeira guerra. Sua estratégia foi bem sucedida e culminou, eventualmente, na sua nomeação para chanceler e logo após presidente em 1933 e 1934. Joseph Goebbels, mais um dos toupeiras participando da operação, foi apontado chefe de propaganda e assegurou que todos os esforços fossem feitos para disseminar o ódio alemão. O governo nazista trabalhou pesadamente no aspecto militar e conseguiu reconstruir as forças armadas do país. Firmando a parceria com o amigo Mussolini, formaliza-se a aliança dos países controlados por toupeiras.

Começam então as Blitzkrieg, batalhas à toupeiras. Claramente, as táticas avançadas de guerrilha do povo toupeira se provaram superiores. Hitler conseguiu a supremacia do continente europeu e, embriagado com sua invulnerabilidade, decidiu expandir ainda mais sua lista de inimigos e atacou os soviéticos. Tudo ia bem até que o número de comandantes toupeira já não eram suficientes para a ação no cambo de batalha. A maré se virou contra o eixo e os toupeiras abandonaram o barco.

A escapada de Hitler e sua nova identidade como Fidel Castro é outro tópico interessante. Mais ficará para um post exclusivo de Fidel, uma vez que esse post já está enorme.

comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s